Prefeitura e Univem apresentam projeto de credenciamento do Parque Tecnológico de Marília

O prefeito Daniel Alonso e representantes do¬†Centro Universit√°rio Eur√≠pides de Mar√≠lia ‚ÄstUnivem¬†e do Conselho Municipal de Ci√™ncia, Tecnologia e Inova√ß√£o ‚ÄstComcitiestiveram presentes nesta segunda-feira, dia 28, em S√£o Paulo, na Secretaria de¬†Desenvolvimento Econ√īmico, Ci√™ncia, Tecnologia e Inova√ß√£o do Estado de SP,¬†com o objetivo de¬†protocolar¬†o projeto de solicita√ß√£o de credenciamento¬†provis√≥rio¬†do Parque Tecnol√≥gico de Mar√≠lia.

Al√©m do prefeito de Mar√≠lia, estiveram presentes, o secret√°rio municipal de desenvolvimento, C√°ssio¬†Luis¬†Pinto, o reitor do¬†Univem, Dr. Luiz Carlos de Macedo Soares, o coordenador do¬†Centro de Inova√ß√£o Tecnol√≥gica de Mar√≠lia ‚ÄstCITec-Mar√≠lia¬†e presidente da¬†Asserti, Prof. Dr. Elvis Fusco, o coordenador de pesquisa e extens√£o do¬†Univem, Prof. Dr. F√°bio¬†Dac√™ncioPereira e o presidente do¬†Comciti,¬†Chikao¬†Nishimura, que tamb√©m √© diretor¬†regional¬†do¬†Ciesp.

A comitiva de Marília foi recebida pelo subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcelo Strama e pela gerente do Sistema Paulista de Parques Tecnológicos, Margareth Leal.

Segundo Margareth, para obter o credenciamento provis√≥rio¬†de um parque tecnol√≥gico, a cidade deve atender v√°rios requisitos como: ter um centro de inova√ß√£o tecnol√≥gica e uma incubadora de base tecnol√≥gica credenciados ao Sistema Paulista de Ambientes de Inova√ß√£o; documento de manifesta√ß√£o de apoio pelas principais entidades, empresas e institui√ß√Ķes de ensino;¬†projeto de caracteriza√ß√£o e detalhamento do Parque;¬†projeto arquitet√īnico e urban√≠stico do empreendimento; estudo de viabilidade econ√īmico-financeira; estudo de viabilidade t√©cnico-cient√≠fica; estudo de sustentabilidade ambiental e documento comprovando √°rea de no m√≠nimo 200 mil m2¬†destinada √† implanta√ß√£o do Parque.

Os projetos e estudos¬†de credenciamento do Parque Tecnol√≥gico de Mar√≠lia foram¬†elaborados¬†pelo¬†Univem,¬†sob¬†coordena√ß√£o¬†dos professores¬†Elvis Fusco e F√°bio¬†Dac√™ncio¬†com a coopera√ß√£o das principais entidades da regi√£o¬†representadas no¬†Comciti,¬†como o¬†Ciesp,¬†Acim,¬†Asserti,¬†Fiesp, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econ√īmico,¬†Sebrae,¬†Unesp, Fatec,¬†Etec¬†e de empresas das √°reas de voca√ß√£o que prioritariamente ser√£o beneficiadas pela implanta√ß√£o do empreendimento.

O reitor¬†Univem¬†destaca que a institui√ß√£o viabilizou a maioria dos requisitos por ser a entidade gestora do¬†CITec-Mar√≠lia¬†e¬†Ciem¬†e ter investido na elabora√ß√£o de todos os estudos e projetos que comp√Ķem o documento apresentado ao Governo do Estado. ¬†‚ÄúO apoio e investimento na gera√ß√£o de empreendimentos de base tecnol√≥gica e na inova√ß√£o come√ßou no¬†Univem¬†no ano 2000 com a cria√ß√£o do Centro Incubador de Empresas que hoje √© um dos requisitos para esse credenciamento. Atualmente os ambientes de inova√ß√£o, a¬†Asserti¬†e o¬†Arranjo Produtivo Local APL TI Mar√≠lia¬†tem suas sedes no¬†Univem¬†e recebem todo o apoio institucional para que a cidade receba essa importante conquista.‚ÄĚ, completou o reitor.

O prefeito de Mar√≠lia destaca¬†que a governo municipal por meio de todas as secretarias, principalmente do Desenvolvimento Econ√īmico,¬†tem¬†empenhado todos os esfor√ßos para cooperar no credenciamento do Parque. ‚ÄúA gest√£o municipal atual mant√©m pol√≠ticas p√ļblicas de incentivo ao crescimento econ√īmico e social¬†utilizandocomo¬†estrat√©gia, o apoio ao desenvolvimento cient√≠fico, tecnol√≥gico e de inova√ß√£o no munic√≠pio, tais incentivos foram pontuados na recente¬†lei de incentivo √† inova√ß√£o, aprovada em julho. Al√©m da lei, a¬†doa√ß√£o do terreno s√£o algumas das a√ß√Ķes que o poder p√ļblico municipal tem realizado em rela√ß√£o a esse projeto e demonstra a vis√£o de futuro do atual governo em investir no¬†empreendedorismo e na inova√ß√£o como¬†catalizadores¬†do desenvolvimento econ√īmico e da gera√ß√£o de empregos do futuro da nossa cidade.‚ÄĚ, destacou o prefeito.

O subsecret√°rio, Marcelo¬†Strama,¬†comentou¬†que os ambientes de inova√ß√£o de Mar√≠lia mantidos pelo¬†Univem¬†(CITec-Mar√≠lia¬†e¬†Ciem) s√£o atualmente refer√™ncia para o Governo de S√£o Paulo e indicados como modelo de gest√£o e apoio ao empreendedorismo e inova√ß√£o para cidades que desejam implantar esses ambientes.‚ÄúA cidade de Mar√≠lia atende a todos os requisitos para o credenciamento provis√≥rio do Parque Tecnol√≥gico pois apresenta um Sistema Local de Inova√ß√£o que¬†demonstra a articula√ß√£o do poder p√ļblico municipal, estadual e federal com institui√ß√Ķes de ensino e pesquisa no apoio √† inova√ß√£o nas empresas locais e regionais tendo seus atuais ambientes de inova√ß√£o como¬†potencializadores¬†desse processo‚ÄĚ, destacou¬†Strama.

O Prof. Dr. Elvis Fusco explica que um Parque Tecnol√≥gico √©¬†um empreendimento de desenvolvimento econ√īmico e tecnol√≥gico que visa fomentar economias baseadas no conhecimento por meio da integra√ß√£o de pesquisa cient√≠fica, empresas e organiza√ß√Ķes governamentais. ‚ÄúO Parque Tecnol√≥gico de Mar√≠lia foi idealizado com o car√°ter regional tendo como prioridade¬†de apoio, as √°reas de voca√ß√£o das cidades de¬†Mar√≠lia,¬†Pompeia¬†e Gar√ßa:¬†alimentos,¬†metalmec√Ęnica, Tecnologia da Informa√ß√£o, agroneg√≥cios, sa√ļde e eletroeletr√īnicos. A vis√£o¬†√© que o Parque¬†de Mar√≠lia¬†venha prover ao setor produtivo, os servi√ßos, a¬†infraestrutura¬†e o capital humano adequados √† realiza√ß√£o de atividades inovadorase estimule a implanta√ß√£o e atra√ß√£o de empresas de base tecnol√≥gica para a regi√£o.‚ÄĚ, concluiu¬†Fusco.

A expectativa dos respons√°veis pelo projeto √© que o credenciamento provis√≥rio¬†e¬†consequente¬†inclus√£o do Parque Tecnol√≥gico de Mar√≠lia ao Sistema Paulista de Parques Tecnol√≥gicos¬†seja realizado ainda este ano.¬†Essa inclus√£o permite √† Secretaria Estadual de Desenvolvimento¬†Econ√īmico, Ci√™ncia, Tecnologia e Inova√ß√£o¬†a realiza√ß√£o de an√°lise inicial das condi√ß√Ķes da proposta b√°sica apresentada, com o objetivo de auxiliar¬†a cidade¬†na implanta√ß√£o do Parque, constatada a viabilidade, ser√° concedido o seu credenciamento definitivo.

Comente